Chamada para trabalhos: Os arquivos audiovisuais e a dupla função de conservar e exibir - práticas, usos e novas formas de visibilidade para os acervos da América Latina

ISSN 2316-9230

A virada arquivística na América Latina nas ciências humanas e sociais transformou os estudos sobre o audiovisual na região nas últimas décadas, tanto em seus objetos de estudo e metodologias, quanto em sua atenção à preservação e criação de novas séries. Este impulso renovado também responde ao trabalho de novos atores sociais e suas agendas políticas que se preocupam por construir sua própria história e pelos arquivos que virão, desafiando as hierarquias das instituições existentes que configuraram diferentes regimes do arquivável.

Essa proposta de dossiê surge por conta do estado de emergência dos vários acervos audiovisuais em diferentes países latino-americanos. A inexistência de uma Cinemateca na Argentina, a situação agônica da Cinemateca Brasileira e de outras instituições de arquivo reclamam a urgência e a necessidade de preservar nossas memórias, assim como igualmente colocá-las em questionamento.

Por outro lado, a virada digital tanto na produção de materiais audiovisuais como na digitalização dos acervos também coloca novos desafios para instituições, pesquisadores, cineastas e artistas. Muito ainda precisa ser pesquisado, estudado e difundido sobre as melhores soluções de armazenamento, catalogação e preservação.

Vivemos em um mundo onde imagem e informação são fontes de incerteza, de desconfiança, e viver democraticamente com as imagens não é em absoluto estar num lugar confortável. Tanto na imagem como na democracia existe o inacabado, as lacunas, que exige de nós um trabalho cotidiano de ligar e religar uma imagem com a outra, o desafio da montagem e da imaginação necessárias para que novas memórias e narrativas históricas possam circular publicamente e ganhar visibilidade.

Esta proposta de dossiê, por sua vez, é o resultado da consolidação das redes de trabalho de pesquisadorxs na América Latina. Desde a Asociación Argentina de Estudios de Cine y Audiovisual (AsAECA) e a Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (SOCINE) pretendemos promover o diálogo e o trabalho conjunto sobre a situação da preservação audiovisual a fim de refletir sobre os problemas e desafios específicos dos nossos contextos e imaginar futuros outros na preservação das imagens de nossas memórias e histórias. Como as diferentes práticas estéticas com os arquivos audiovisuais podem recolocar questões históricas através do tempo? Neste sentido, convocamos trabalhos que dialoguem com as seguintes linhas de reflexão:

- Situação dos acervos na América Latina: políticas públicas e práticas de conservação e difusão

- Propostas ensaísticas e políticas no audiovisual contemporâneo

- Arquivos sonoros, possibilidades e caminhos estéticos

- Arquivos domésticos e privados: usos afetivos e perspectivas políticas

- Arquivo digital: armazenamento, catalogação e cuidados

 

O prazo para envio dos artigos vai até o dia 31 de janeiro de 2022 e o dossiê será publicado no número 21, de jan-jun de 2022, da Rebeca - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual. Normas e submissão: https://rebeca.socine.org.br/1/about/submissions.

Organizadoras:

Ana Broitman,

Andréa França,

Cecilia Nuria Gil Mariño.



Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia