Uma pausa para o cigarro: as interações com o cigarro no Spaghetti Western de Sergio Leone

Delson de Matos Gomes, Luiz Antonio Vadico

Resumo


O silêncio no cinema possui diferentes nuances e peculiaridades o que o torna uma estrutura de difícil padronização. Seus potenciais semântico e dramático, entre outras características, permitem que a presença da imagem seja reforçada e elementos como o cigarro – o qual interessa a esta pesquisa – sejam sublinhados na estrutura narrativa. Em sua história, o cinema apropriou-se da imagem do cigarro construída pela publicidade e utilizou-a para compor seus diferentes personagens. Sergio Leone, um dos percursores do Spaghetti Western, foi um dos diretores que construiu seu cinema utilizando as interações de seus personagens com o cigarro através do silêncio cinematográfico, porém observa-se também a produção de subjetividades como resultados dessas interações. Nesse contexto, esta pesquisa busca discutir a presença do cigarro (cigarrilha) nos personagens do diretor e identificar a produção de significados, sentimentos e sensações a partir das interações comentadas. Esta análise utiliza os filmes da Trilogia dos Dólares de Leone:Por um Punhado de Dólares(1964), Por uns Dólares a Mais (1965) e Três Homens em Conflito(1966).


Palavras-chave


Spaghetti Western; Sergio Leone; Silêncio; Cigarro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v7n2.508

Direitos autorais 2019 Delson de Matos Gomes, Luiz Antonio Vadico

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia