O cinema de resistência surrealista de Jan Švankmajer: Um estudo de caso em Jabberwocky

Autores

  • Carolina Morgado Leão UNICAMP
  • Ana Beatriz de Araujo Linardi FACAMP

DOI:

https://doi.org/10.22475/rebeca.v7n1.433

Palavras-chave:

Movimento surrealista, Jan Švankmajer e Zdeněk Liška, Trilha Sonora.

Resumo

A obra de Jan Švankmajer é de grande representatividade para o movimento surrealista na Tchecoslováquia. Sua parceria com o compositor Zdeněk Liška foi fundamental para a composição e expressividade almejada para suas animações stop-motion. Será discutido primeiramente de forma separada, o compêndio de símbolos utilizados para a elaboração da animação. Posteriormente, analisaremos a obra composta em 1971 - Žvahlav aneb šatičky slaměného Huberta (Jabberwocky) para compreendermos quais elementos são utilizados na imagem animada e som que resultam em uma animação de grande representatividade para o surrealismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Morgado Leão, UNICAMP

Graduação- Bacharel em Instrumento

Mestrado -Fundamentos Teóricos como subárea trilhas sonoras

Doutorado-Fundamentos Teóricos como subárea trilhas sonoras

Todos os títulos obtidos pela UNICAMP no Instituto de Artes

Ana Beatriz de Araujo Linardi, FACAMP

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/0449373687259340
Área de Atuação: Oficina – Exercícios de Criação, Introdução à Pesquisa do Design
Formação: Graduação em Música (UNICAMP, 1990)
Mestrado em Educação (UNICAMP, 2001)
Doutorado em Educação (UNICAMP, 2007)

Downloads

Publicado

2019-02-16

Edição

Seção

Temáticas livres