O filme em código

Gabriel Menotti Miglio Pinto Gonring

Resumo


Esse artigo analisa o modo como a tensão entre os mecanismos que promovem a circulação do filme e os parâmetros midiáticos de sua identidade é articulada por meio de uma dupla codificação, simultaneamente algorítmica e jurídica. Para tanto, ele recorre às obras Download Finished (Sven König & !mediengruppe bitnik, 2006) e Artisa Sem Ideia (Cezar Migliorin, 2005).

Palavras-chave


filme digital; circulação; performatividade midiática; codecs; copyright

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v8n1.552

Direitos autorais 2019 Gabriel Menotti Miglio Pinto Gonring

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia