"Esse nome nunca valerá nada": imagem de Poe no cinema

Helciclever Barros da Silva Sales, Emron Esplin

Resumo


O trocadilho muito usado de "Poe" e "pobre" é uma lente através da qual o autor vê retratos de Poe em filmes que variam do curta de Edgar Allen [sic] Poe de D. W. Griffith em 1909 a versão de 2012 de James McTeigue. Tanto as primeiras cinebiografias quanto as posteriores, nos quais Poe é descrito em um enredo fictício, baseiam-se no “meme” de Poe ao ser subestimado e desvalorizado em seu próprio tempo, apenas para ser altamente valorizado pelas gerações posteriores de leitores. Essa imagem simplificada do caráter e da genialidade de Poe corresponde ao grande valor atribuído em seu legado literário (como cópias de Tamerlane e outros poemas), itens mais valorizados por terem sido ignorados ou subestimados.

Palavras-chave


Edgar Allan Poe. Representações cinematográficas de Edgar Allan Poe. Reputação de Edgar Allan Poe

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v9n2.684

Direitos autorais 2020 Helciclever Barros da Silva Sales, Emron Esplin

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia