Festivais de cinema e georreferenciamento: um estudo sobre o território ocupado pela Mostra Internacional de Cinema de São Paulo em seus primeiros anos

Autores

  • Emerson Dylan Universidade Federal de São Paulo
  • Luis Ferla Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.22475/rebeca.v10n2.791

Palavras-chave:

Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Leon Cakoff, festivais de cinema, georreferenciamento.

Resumo

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo é um dos principais festivais cinematográficos do país. Criada em 1977 por Leon Cakoff, a Mostra nasceu junto ao Museu de Arte de São Paulo (MASP) e esteve vinculada à instituição durante seus primeiros sete anos. Neste período, a Mostra se expandiu, passando a ocupar outras salas de cinema na cidade de São Paulo. Neste artigo, será apresentado um breve percurso histórico da Mostra desde o seu surgimento até a primeira edição organizada independentemente do MASP, em 1984. Será analisada a sua inserção na capital paulista a partir de georreferenciamento dos espaços ocupados por ela em seus oito primeiros anos, utilizando como ferramenta o Sistema de Informações Geográficas (SIG). Mesclando uma análise histórica e espacial, tenciona-se compreender como o festival de Cakoff se constituiu enquanto um dos principais territórios da sociabilidade cinéfila na capital paulista e que, por conseguinte, conquistou uma notória longevidade e legitimidade.

Biografia do Autor

Emerson Dylan, Universidade Federal de São Paulo

Mestre em História pela Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH) da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Possui graduação em História (Bacharelado e Licenciatura com certificação em Memória e Patrimônio) pela mesma instituição. Estuda a atuação da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo durante o regime militar brasileiro e tem interesse na história cultural dos festivais de cinema. Atua como professor de História para turmas de ensino fundamental e médio. 

Luis Ferla, Universidade Federal de São Paulo

Professor do curso de graduação e do programa de pós-graduação do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos. Possui graduação (1998) e doutorado (2005) em História pela Universidade de São Paulo. Possui especialização pela UNEP/UNESCO/Universidade de Dresden (1995). Tem experiência em docência e pesquisa na área de História, com ênfase em História Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: fenômenos da modernidade, história da ciência, história do corpo e história da cidade.

Downloads

Publicado

2021-11-27

Edição

Seção

Dossiê