Circuitos de exibição na Bahia: um balanço das Mostras e Festivais realizados entre 2016 e 2021

Autores

  • Clarissa Viana Matos de Moura Universidade Federal da Bahia https://orcid.org/0000-0002-7708-1182
  • Filipe Brito Gama Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
  • André Ricardo Araujo Virgens Universidade Federal da Bahia
  • Everaldo Asevedo Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.22475/rebeca.v11n1.801

Palavras-chave:

mostras e festivais, exibição cinematográfica, difusão, Bahia

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar uma caracterização geral do circuito de mostras e festivais realizados na Bahia nos últimos anos. Após a realização de um breve apanhado histórico sobre a constituição desse segmento no estado, apresentaremos impressões sobre o perfil de mostras e festivais realizados entre 2016 e 2019, a partir de categorias como local de realização, perfil temático, perfil de financiamento e continuidade das propostas. Na sequência, apresentaremos considerações preliminares sobre o ano de 2020 e o primeiro semestre do ano de 2021, trazendo reflexões sobre o impacto da pandemia e das medidas de isolamento social neste segmento no estado.

Biografia do Autor

Clarissa Viana Matos de Moura, Universidade Federal da Bahia

Jornalista e doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (POSCOM-UFBA), com estágio doutoral na Université Paris 2 - Panthéon Assas. Integra o Observatório do Audiovisual Baiano. Possui especialização em Gestão Estratégica Pública pela Universidade Estadual de Campinas e mestrado em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela UFBA.

Filipe Brito Gama, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Professor do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e Realizador Audiovisual. É Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Cinema e Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (PPGCINE - UFF), Mestre no Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som da Universidade Federal de São Carlos (PPGIS - UFSCar), Especialista em Gestão Cultura pelo Senac e Graduado em Arte e Mídia na Universidade Federal de Campina Grande.

André Ricardo Araujo Virgens, Universidade Federal da Bahia

Produtor Cultural, pesquisador e doutorando e mestre pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA. Coordenador do Observatório do Audiovisual Baiano.

Everaldo Asevedo, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (POSCOM-UFBA), com graduação no Bacharelado Interdisciplinar em Artes, com concentração em Cinema e Audiovisual, pela mesma instituição e em Direito pela Universidade Católica do Salvador. Pesquisador do Observatório do Audiovisual Baiano.

Downloads

Publicado

2022-07-29

Edição

Seção

Dossiê