Figurar o desejo, recriar o corpo: um estudo comparado de Tsai Ming-liang, Claire Denis e João Pedro Rodrigues

Edson Costa Júnior

Resumo


O artigo analisa como o desejo sexual participa da estrutura fílmica e da representação do corpo em Adeus, Dragon Inn (Bu San, 2003), de Tsai Ming-liang, Bom trabalho (Beau travail, 1999), de Claire Denis, e O fantasma (2000), de João Pedro Rodrigues. Em comum, as obras recorrem a procedimentos visuais e à performance corporal para apresentar uma economia libidinal que baliza a relação dos personagens com o universo a que pertencem. Em face disso, almeja-se discutir como, na lida com o desejo, o corpo resiste às forças sociais e afetivas que lhe são impostas. 


Palavras-chave


Corpo; Desejo; Cinema contemporâneo; Estética cinematográfica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v9n1.600

Direitos autorais 2020 Edson Costa Júnior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia