Omnibus Escolar

Beatriz Moreira de Azevedo Porto Gonçalves

Resumo


Este trabalho é uma parte reeditada de uma artografia que analisou audiovisuais
realizados, entre 1993 e 2014, por escolas do estado do Rio de Janeiro. Desempenhando, simultaneamente, os papeis de artista (A), pesquisadora (“R” do Inglês researcher) e professora (“T” do Inglês teacher), a autora adotou a montagem, a partir dos escritos de Georges Didi‐Huberman, e o remix, como abordagens videográficas para o audiovisual escolar, constituindo, assim, o que Catherine Grant caracteriza como uma análise do objeto da pesquisa em sua
própria imanência. O vídeo “Omnibus Escolar”1 resulta de um processo de engajamento material, no qual sentidos são produzidos por meio de uma seleção e (re)organização de trechos de audiovisuais escolares, em função de afetos pessoais e pela associação dialética de três conflitos da vida na cidade e do espaço escolar urbano, presentes nos “planos‐escolares”: violência, drogas e corrupção. Compreendendo os vídeos estudados como artefatos culturais,
sempre em relação com a Cultura Visual, o remix, ora publicado, inclui um “plano‐extra”, produzido por um telejornal no ano de 2019. A ética hacker norteou o trabalho, que utiliza fragmentos audiovisuais sem citar seus títulos e autores, de forma a compartilhar conhecimentos sobre questões polêmicas, sem comprometer educadores, estudantes e instituições e sem pretender encerrar uma visão sobre os temas apresentados. Ao contrário, a montagem de "Omnibus Escolar” almeja pensar e permitir que se imaginem outras relações “com” e “a partir” de suas imagens.


Palavras-chave


Audiovisual Escolar; Cultura Visual; remix; conflitos urbanos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v8n1.618

Direitos autorais 2019 Beatriz Moreira de Azevedo Porto Gonçalves

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia