Saint Laurent e a cultura das mídias: notas sobre a abordagem fílmica de Bonello

Solange Wajnman

Resumo


Bertrand Bonello constrói o filme Saint Laurent (2014) a partir de uma lógica de inspiração intermidiática pautada no trânsito entre várias esferas (ficção e não ficção, arte e cultura de massas, masculino e feminino) e diversas mídias (vídeo, fotografia, pintura, desenho e ópera), trazendo em termos de sintaxe plástica fílmica, a inovação cultural desencadeada pelo estilista e reconstruindo, pelo olhar poético do cineasta, a importância de Yves Saint Laurent no contexto da cultura midiática. Pautamo-nos sobretudo pelos estudos de Gumbrecht, Müller, Rajewsky e Benjamin.


Palavras-chave


Moda. Artes. Estudos de Intermidialidades.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22475/rebeca.v10n1.724

Direitos autorais 2021 Solange Wajnman

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

REBECA - Revista Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

voltar para a revista


A rebeca é uma publicação da SOCINE - Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

conheça o site da SOCINE


Licença Creative Commons

 Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia